Troque o carro velho por bicicleta elétrica nova; na França, o subsídio será de 15 mil reais (2.500 Euros)

Crédito da foTo: Jean-Baptiste Gurliat - Ville de Paris

Segundo a Agência Reuters, o parlamento francês está incluindo na legislação de combate ao aquecimento global que proprietários de carros velhos e super poluentes possam receber 2.500 Euros (aproximadamente R$ 15 mil) para trocá-los por bicicletas elétricas novas.

Os legisladores da Assembleia Nacional Francesa aprovaram a medida em votação preliminar ao projeto de lei que tem como foco reduzir a emissão de gases do efeito estufa em 40% até o ano 2030 em relação aos níveis de 1990.

Se a emenda for aprovada em segunda votação, a França se tornará o primeiro país do mundo a oferecer às pessoas a chance de trocar um veículo antigo por uma bicicleta elétrica ou dobrável, informou a Federação Francesa de Usuários de Bicicleta (FUB).

“´Pela primeira vez, foi reconhecido que a solução não está em tornar os carros verdes, mas acabar com a existência deles, simplesmente”, disse o presidente da FUB, Olivier Schneider.

Em Paris, mais 400 Euros

A cidade de de Paris também tem um programa próprio para incentivar o uso de bicicletas elétricas. A capital francesa oferece 400 Euros (R$ 1.200) de subsídio para aquisição de bikes elétricas de pedal assistido (vale também para kits de adptação para bicicletas não-motorizadas) e 600 Euros (R$ 2.400) para compra de e-bikes cargueiras.

Crédito da foto: Jean-Baptiste Gurliet – Ville de Paris

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.