A reflexão do Dia Mundial da Bicicleta em uma visita à Zona Leste de São Paulo

Na foto de abertura, Márcia Fernog abre o sorriso pois está entre pessoas amigas, todas elas pedalando por uma justa causa, a de motivar mais pessoas a usarem a bicicleta para se locomoverem. Mas se dependesse da infraestrutura para bicicletas naquele local ela não teria motivo para tanta alegria.

O local da pedalada é a avenida dos Metalúrgicos, que liga Guaianases à Cidade Tiradentes, dois dos bairros mais extremos da Zona Leste de São Paulo, uma região de baixo índice de desenvolvimento humano – IDH. Essa avenida sem estrutura cicloviária nos obriga a utilizar a calçada de pedestres, para evitar a pressão dos carros e ônibus naquela subida.

Por que temos que ficar em fila indiana para facilitar tráfego de carros?

Encontro de ciclistas em Cidade Tiradentes – 10/04/2022

Márcia, veio com seu companheiro Ulisses, lá do Tatuapé, e faz parte do coletivo de ciclistas Bike Zona Leste. Estão ali para trocar experiências, assim como o Jean Carlos, ao seu lado, que veio do Ipiranga, ou a Simone, lá atrás que pegou o trem e veio lá da Vila Sônia, e o Anderson, que veio de um protesto com ciclistas em Paranapiacaba mas mora na Vila Galvão, na Zona Norte. Eu vim do Rio Pequeno, também de trem. É uma daqueles encontros de coletivos de ciclistas ativistas que se movimento para atuar na linha de frente das ações que visam melhorar as condições para pedalar em São Paulo. Em muitos casos é como dar murro em ponta de faca, mas são resilientes e ninguém solta a mão de ninguém.

Chegar pedalando num domingo à tarde na periferia paulistana permite absorver um pouco da cultura local, ter um momento de intimidade de trocar olhares com pessoas sentadas na porta de casa, ou conversando na mesa do botequim. Você lá pedalando vagarosamente para subir o morro e aquelas moradoras acompanhando tudo lá cima, sentada na porta do butequim, ouvindo o forró, despretensiosamente. Pedalar na quebrada paulistana em tarde de domingo de sol do outono deixa impressões relevantes para quem busca se entender dentro da condição humana.

Cidade Tiradentes não tem ciclovia, nem ciclofaixa

O pedal na Cidade Tiradentes aconteceu em 10 de abril de 2022 e é um daqueles momentos dignos de ser relembrados em uma comemoração de 3 de junho, Dia Mundial da Bicicleta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.