Londres investe R$ 11 bilhões em estratégia de ruas saudáveis

Sadiq Khan anunciou hoje a meta de transformar Londres na melhor grande cidade do mundo para pedalar. O prefeito estava com Will Norman, o comissário de ciclismo e caminhada, pedalando por uma nova ciclovia protegida no bairro de Enfield para o lançamento do Plano de Ação de Ciclismo da capital da Grã Bretanha, que tem a meta de triplicar em cinco anos o número de ciclovias protegidas desde que assumiu a prefeitura em 2016 e a definir novos padrões de qualidade para a infraestrutura cicloviária. 

#ruassaudaveis #pedestres #ciclismo #bicicleta #londres

“Nós temos uma emergência climática, uma crise atmosférica e uma crise de inatividade em Londres. E o crescimento significativo [na população] só vai aumentar esses desafios” disse à Revista Forbes. Na administração dele, as ruas passaram a ser prioridade para ciclistas, pedestres e transporte público.

O plano de ciclismo faz parte da Estratégia de transporte da administração Khan anunciada em março deste ano, chamada de Ruas Saudáveis. Até 2023 serão investidos 2,3 bilhões de libras (R$ 11,3 bilhões) para tornar Londres uma cidade que convida a população para interagir fora do automóvel, tornar o ar mais respirável, diminuir as mortes causadas pelo sedentarismo Ele é integrado ao Vision Zero (meta de zerar as mortes e lesões graves no sistema de transporte) e o plano de caminhada.

Esse investimento na remodelagem das ruas e na criação de rotas seguras de bicicletas vai acontecer ao mesmo tempo que uma campanha de educação para mostrar para a população os benefícios que terão ao adotar o transporte ativo ou público. Escolas públicas estão sendo chamadas para incluir atividades que ensinem a pedalar e faça as crianças cair logo de amor pelo ciclismo. Atualmente, 80% das crianças londrinas é considerada inativa. 

O plano tem a  visão de que em 2041 todos os londrinos e londrinas façam uso do transporte ativo (sem uso de motores) ao menos 20 minutos por dia, um grande desafio, já que atualmente apenas um terço da população o faz. A estratégia visa acomodar mais dois milhões de habitantes em uma cidade que já tem oito milhões e vai gerar mais seis milhões de viagens diariamente, sendo a maioria pedalável.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.