As bicicletas compartilhadas são gratuitas para locais e turistas em Maricá, Rio de Janeiro

A melhor notícia desta semana vem de Maricá, litoral norte do Rio de Janeiro, onde a prefeitura do petista reeleito Fabiano Horta pegou uma parte dos royalties do Petróleo para financiar um sistema de bicicletas compartilhadas gratuitas.

Ele começa a funcionar em 5 de março, mas poderia ser antes, pois faltam peças de bicicletas no mercado. O contrato foi fechado com a pernambucana Serttel por R$ 1,42 milhão e duração de 12 meses. Inicialmente são cinco estações e 20 bicicletas e a meta é ter 20 estações e 200 bikes ainda neste ano.

Serttel vai operar o sistema por R$ 1,42 millhão. Fotos de Marcos Fabrício, Prefeitura de Maricá.

Maricá tem investido na bicicleta desde o começo do primeiro mandato de Horta. Em 2015, criou o projeto Pedala Maricá para estimular passeios noturnos com apoio de carros. O pedal chegou a contar com a presença de 200 ciclistas em 2019.

Em seguida, destinou o dinheiro de Termos de Ajustamento de Conduta (espécie de multa ambiental) para colocar 10 bicicletas compartilhadas em uma estação de conservação da cidade. E construiu 38,2 quilômetros de ciclovias, sendo boa parte margeando a lagoa.

Em 2016, o passeio noturno de Maricá já atraia um bom público.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.