Vendas da Shimano no Brasil estão lentas, mas se recuperando, diz a matriz

A Shimano apresentou hoje em Osaka, Japão, o resultado financeiro e operacional do primeiro trimestre de 2019. No período, as vendas
na Europa de bicicletas de alto padrão e elétricas foram responsáveis pelo aumento de vendas de 2,4% em relação ao mesmo período do ano passado, na divisão de componentes para bicicletas.

O segmento de bicicletas (a Shimano também produz equipamentos para pesca) faturou neste trimestre US$ 622 milhões, mas receita operacional caiu 5,6% para US$ 124 milhões.

“Na Europa, as vendas no varejo de bicicletas, principalmente bicicletas esportivas, permaneceram sólidas em continuidade ao ano anterior, e os estoques nessa região permaneceram em um nível adequado”, disse a empresa.

“Na América do Norte, embora as vendas totais de bicicletas no varejo tenham sido lentas, o volume de vendas permaneceu no mesmo nível do ano anterior, devido às vendas relativamente fortes de bicicletas de alta qualidade. Os estoques dos distribuidores permaneceram em um nível adequado.”

A companhia disse que as vendas na China e na maioria dos outros mercados emergentes continuam lentas, embora as vendas no Brasil “continuem se recuperando”.

A empresa afirmou que as vendas de bicicletas de alto padrão no Japão continuam fracas, apesar das boas condições climáticas no país. No entanto, as vendas de e-bikes de preços mais elevados estão ajudando a aumentar o preço médio das bicicletas no Japão.

A Shimano, todavia, apresentou prejuízo 1,8 milhão de dólares no trimestre em decorrência de perdas relacionadas ao incêndio em sua fábrica de Sakai City em março passado. Em seu ano fiscal de 2018, a empresa registrou US$ 14,4 milhões de prejuízo com o incêndio.

Na outra grande divisão da Shimano, a pesca, as vendas líquidas aumentaram 5,1% em relação ao mesmo período do ano anterior para 18.032 milhões de ienes (US $ 161 milhões), e o lucro operacional aumentou 7% para 2.364 milhões de ienes (US $ 21 milhões).

Em todas as suas divisões, Shimano disse que as economias na Europa e na América do Norte permanecem fortes apesar de algumas incertezas no primeiro trimestre.

“Durante o primeiro trimestre do ano fiscal de 2019, as economias européias foram apoiadas pelo consumo pessoal apoiado por um ambiente favorável ao emprego, apesar da desaceleração econômica devido a preocupações com a instabilidade fiscal na Itália e o problema Brexit no Reino Unido. apoiada pelo mercado de trabalho sólido, embora houvesse preocupações sobre o consumo pessoal devido à turbulência resultante da paralisação parcial do governo. No Japão, apesar da renda firme dos funcionários e do consumo pessoal, as condições de negócios estagnaram em meio à fraqueza econômica no exterior “, disse a empresa.

Em todas as divisões, as receitas da Shimano foram de 87,714 milhões de ienes no trimestre, um aumento de 2,9% em relação ao mesmo período do ano passado. O lucro operacional caiu 3,8% para 16,285 milhões de ienes. O lucro básico por ação foi de 108,42 ienes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.