Gazeta de Pinheiros se baseia em informação sem fundamento para criticar ciclofaixa da Rebouças

A Gazeta de Pinheiros é um jornal semanal impresso de bairro fundado em 1956 que ainda circula na região Oeste de São Paulo. A direção dela é contrária à implantação da ciclovia da Avenida Rebouças, obra anunciada dias atrás pela Prefeitura de São Paulo.

Na capa da última edição, a manchete do semanário diz que a obra trará o caos para a circulação de automóveis e outros motores. Dentre a série de “motivos” sem fundamento que o jornal usa para justificar a opinião contrária à construção da infraestrutura que vai garantir a segurança de ciclistas, um é preocupante, pois baseia-se em uma informação que não foi checada.

Texto da Gazeta contém afirmações sem fundamento

Leia o trecho a seguir

Butantã reclama “Também a comunidade do Butantã renega a ciclofaixa da av. Corifeu de Azevedo Marques, feita do lado esquerdo da via junto ao canteiro central, já que no lado direito prevalece o corredor de ônibus, que foi concebida na administração Haddad, sem nenhum estudo, muito estreita e que provoca acidentes fatais, tanto em ciclistas como em pedestres que transitam em direção a Osasco ou em sentido contrário. Um péssimo exemplo para a futura ciclofaixa da Rebouças.”

A afirmação sublinhada no texto acima diz que houve acidentes fatais com ciclistas na ciclofaixa da avenida Corifeu de Azevedo Marques devido à configuração da estrutura, semelhante à da Rebouças. Mas não há registro oficial.

A Gazeta poderia fazer um mínimo de jornalismo e checar o que vai publicar. O site do Infosiga, por exemplo, é a base de dados oficial do Governo do Estado de São Paulo que contém todas as ocorrências de trânsito com vítimas – fatais ou não – e também dos óbitos nas vias municipais e estaduais desde 2016. E está aberto para consulta de qualquer cidadão ou cidadã.

Lá não consta qualquer acidente com ciclistas no trecho localizado entre os números 4529 e 6298 da avenida Corifeu de Azevedo Marques – trecho onde há ciclofaixa. Todavia, no restante onde não há ciclofaixa, aconteceram seis ocorrências não-fatais com bicis, sendo três com automóveis e três com motocicletas.

No trecho onde tem ciclofaixa (no quadrante superior esquerdo do mapa), nunca ocorreu acidente envolvendo ciclistas na avenida Corifeu de Azevedo Marques. (os ícones vermelhos representam óbitos; em azul, ocorrências não-fatais)
http://painelderesultados.infosiga.sp.gov.br/mapa/

Se obedecesse aos critérios jornalísticos, o redator ou redatora também buscaria na planilha do Infosiga o número de acidentes com ciclistas que aconteceram na avenida Rebouças.

Em 24 de setembro de 2017, por exemplo, consta o óbito de um homem de 57 anos por causa de uma colisão com automóvel. Mostra ainda que outros nove ciclistas passaram por algum apuro enquanto se deslocavam por lá e os acidentes sempre apresentam envolvimento de outro veículo.

O jornal pode se retratar do texto mal apurado. Uma série de comentários negativos foram escritos por leitores e leitoras na página do Facebook.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.